Benefícios da Cúrcuma para a saúde – A Deusa Dourada

curcuma-modo-usar

 

A maioria das pessoas conhece Cúrcuma (Curcuma longa) como um pó de cor laranja brilhante localizado na seção de temperos, bem ali entre o tomilho e os favos de baunilha. E muitos de nós usamos cúrcuma na cozinha, em especial se tivermos uma afinidade para preparar pratos inspirados na culinária indiana. Semelhante ao componente em forma de raiz do seu primo gengibre, a cúrcuma é um alimento básico das tradições alimentares indianas há milênios e tem um longo histórico de uso medicinal (mais de 4 mil anos) dentro das medicinas Ayurveda, tradicional chinesa e Siddhi.

O papel da Cúrcuma na devoção hindu e nas cerimônias sagradas é mencionado por um de seus nomes em sânscrito: Kanchani, a “Deusa Dourada”, talvez chamada assim porque seu lindo tom dourado concede de forma generosa propriedades curativas a uma grande variedade de indisposições.

Na verdade, a medicina Ayurveda usa a cúrcuma como um agente de cura para lesões na pele, inflamações no tubo digestivo, dores e desconfortos e problemas no fígado. Já a ciência moderna confirma as propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes da cúrcuma.

O tom dourado característico é produzido pela curcumina, o componente da cúrcuma mais isolado e estudado pelos cientistas, porém a planta inteira é usada em tradições fitoterápicas e tem sido objeto de muitos estudos favoráveis.

curcuma

Ações fitoterápicas da cúrcuma

Antioxidante e Anti-inflamatória
Os antioxidantes vão em busca de radicais livres para ajudar a reduzir ou prevenir lesões e inflamações causadas por eles e os agentes anti-inflamatórios bloqueiam enzimas que promovem inflamações e dores. A Cúrcuma costuma ser usada na medicina Ayurveda para reduzir inflamações de garganta e amígdalas e como uma planta anti-inflamatória para muitos tipos de dores e desconfortos. Um estudo randomizado de 2009 observou a eficácia e segurança da cúrcuma em pacientes com artrite no joelho (um distúrbio inflamatório), concluindo que a cúrcuma é tão eficaz e segura como o medicamento Ibuprofeno (Kuptniratsaikul, et al, 2009). Você vai descobrir que diversas ervas culinárias também têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, incluindo sálvia, gengibre e alho.

Propriedades antimicrobianas
As ervas antimicrobianas inibem o desenvolvimento de patógenos como bactérias, vírus e fungos. Um estudo de 2009 sobre extratos aquosos da cúrcuma apresentou uma ação antimicrobiana benéfica contra patógenos como E Coli e staph (Niamsa, et al, 2009).

Efeito colerético
Os alimentos coleréticos estimulam a produção de bile, ajudando, deste modo, na digestão. Na medicina Ayurveda, a cúrcuma é uma planta estimulante que ativa um fogo digestivo ou agni. Como outras plantas de sabor amargo que estimulam a produção de bile, a cúrcuma é usada para promover a digestão e aliviar os sintomas do tubo digestivo. Um estudo randomizado duplo-cego cruzado de 1999 usou um exame de ultrassom para examinar a vesícula biliar após a administração de curcumina, levando os pesquisadores a concluir que a “curcumina induz à contração da vesícula biliar em humanos” (Raysid, et al, 1999).

Em um estudo duplo-cego controlado com placebo na Tailândia, a curcumina foi comparada a um placebo e a um remédio de livre prescrição para indigestão. Oitenta e sete por cento do grupo da curcumina teve alívio total ou parcial de indigestão após 7 dias, em comparação a 53% no grupo com placebo. (Thamlikitkul, et al, 1989)

Cúrcuma oferece opções tão dinâmicas de benefícios à saúde que está até mesmo sendo estudada em relação a seu efeito potencial sobre doenças sérias, como câncer, mal de Alzheimer e doenças do coração. Os benefícios cardíacos, especificamente, são do seu efeito sobre o colesterol, os triglicerídios e o nível de açúcar no sangue. Ainda que os estudos não demonstrem que ela seria uma boa substituta para os medicamentos para colesterol e diabetes, seu uso a longo prazo pode ajudar a reduzir a quantidade de medicamentos usados durante um tratamento.

os-beneficios-dieteticos-da-curcuma

Como usar a cúrcuma

Uso tópico e externo

Devido às suas propriedades antibacterianas, quando combinada com sal e usados juntos como uma pasta, a cúrcuma pode ser aplicada sobre a pele para tratar lesões e inchaços. Esse remédio também é usado para ajudar a curar machucados. Gargarejo com água com sal também costuma funcionar como alívio para dor de garganta. No entanto, a cúrcuma, quando usada com sal, tem potencial de ser ainda mais eficaz! Você pode encontrar cúrcuma nesse link.

Gargarejo com cúrcuma e sal

Ingredientes

Uma ou duas pitadas de Cúrcuma
Uma ou duas pitadas de sal

Adicione à agua quente e faça um gargarejo como você faria normalmente com água com sal.

Uso interno

As propriedades medicinais da cúrcuma podem não ser absorvidas bem devido a seu rápido metabolismo no fígado e intestino, salvo se consumida com pimenta-do-reino. Em um exemplo válido do conceito de teste pontual de ervas estimulantes (que estimulam a atividade de outras ervas), aparentemente a piperina presente na pimenta-do-reino aumenta a biodisponibilidade da curcumina da cúrcuma em até 2000% (Shoba et al. 1998)! Observação: a pimenta-do-reino pode inibir o metabolismo de medicamentos, portanto deve ser usada com cautela, se for usada, por aqueles que tomarem medicamentos farmacêuticos.

Seja colocando na comida ou tomando com outras ervas em forma de chá, a cúrcuma está no centro de diversos medicamentos e continua provando seu valor mesmo depois de milhares de anos de uso.

Uma receita que foi comprovada é o “Leite Dourado”, um tradicional preparado Ayurveda. Aqui está a nossa versão desta antiga receita, com adição de pimenta-do-reino para uma biodisponibilidade aumentada da curcumina. Essa bebida deliciosa e agradável é ótima para ser tomada no inverno e ser servida à temperatura ambiente ou levemente quente, se preferir.

Leite Dourado

Uma porção

Ingredientes

1 xícara de leite de coco, leite de arroz ou leite de amêndoas não adoçado
¼ – 1/2 colher de chá de pasta de cúrcuma (ou adicione cúrcuma em pó)
1 colher de chá de óleo de coco
Algumas pitadas de pimenta-do-reino em pó
Uma pitada generosa de baunilha
Mel puro ou melado a gosto
Canela salpicada

Instruções

  • Coloque 1 xícara de leite com a pasta de cúrcuma, o óleo, a pimenta-do-reino, a baunilha e o xarope de ácer e bata no liquidificador.
  • Bata na velocidade alta até que a mistura fique densa e espumante.
  • Sirva em uma taça, polvilhe canela e sirva.

 

Turmeric_smoothie

 

 

Receitas com cúrcuma

As instruções tradicionais recomendam fazer uma pasta de cúrcuma primeiro, que pode ser colocada na torrada ou adicionada a outros pratos, mas você também pode simplesmente adicionar Cúrcuma em pó no leite.

Pasta de cúrcuma

Ingredientes

¼ xícara de Cúrcuma em pó
½ xícara de água

Instruções

  • Coloque a cúrcuma em pó e a água em uma panela.
  • Cozinhe em fogo baixo até que a mistura vire uma pasta encorpada.
  • Deixe esfriar, depois coloque na geladeira.

Segurança

A cúrcuma não deve ser usada a longo prazo ou como medicamento por quem tem insuficiência cardíaca. Quem tem tendência a pedra nos rins, cálculo biliar, obstrução das vias biliares ou problemas no tubo digestivo não deve usar cúrcuma. Também não deve ser usada como medicamento por mulheres grávidas. Pare de usar cúrcuma duas semanas antes de passar por cirurgia.

Saiba mais sobre cúrcuma e outras ervas no Online Intermediate Herbal Course, com mais de 100 receitas saudáveis e de bem-estar.

Texto original da The Herbal Academy traduzido pela Solarium Tradução.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.