Molho de tomate caseiro com Toscana

Minha vó italiana sempre fez seu molho de tomate em casa (e talvez esse seja o segredo para as receitas dela ficarem tão superiores às minhas). Além de muito mais saboroso, o molho de tomate caseiro tem a vantagem de não ter conservantes e você pode fazer uma boa quantidade e deixar ele congelado por até seis meses, utilizando conforme o necessário.

Particularmente, eu nunca tinha feito por achar que seria muito trabalhoso. Mas é bastante simples! Claro que não é tão prático como abrir uma embalagem de molho de tomate industrializado, mas para ser mais saudável, vale o trabalho. Além disso, essa versão do molho de tomate caseiro com Toscana é uma delícia!

molho de tomate com toscana

Ingredientes:
3 tomates italianos
200ml de água filtrada
Sal, cebola e alho à gosto
1 pitada de açúcar
Manjericão
Toscana

Para começar, é preciso descascar os tomates. Para isso você tem duas opções: você pode ferver água, colocar os tomates dentro da água fervida por um minuto e então tirá-los com uma escumadeira e dar um choque térmico mergulhando em uma tigela cheia de água com gelo. Ou você pode simplesmente colocá-los direto na chama do fogão. De qualquer jeito, a casca vai se quebrar e aí é só puxar.

Em seguida, corte grosseiramente os tomates descascados e bata no liquidificador com a água até ficar homogêneo. Aqueça um fio de azeite em uma panela, adicione o manjericão e mexa por um ou dois minutos. Adicione a mistura líquida, o Toscana, o açúcar, sal, cebola e alho e deixe ferver em fogo baixo.

Quando já estiver fervendo por 10 minutos, cheque se a consistência está como você gosta. Eu deixei por uns 20 minutos, assim ficou um molho de tomate bem vermelhinho e consistente. Prove e acerte o tempero, se necessário, e está pronto para servir ou fazer parte da sua próxima receita!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.